Acupuntura Veterinária

Benefícios da acupuntura para animais

Você conhece os benefícios da acupuntura veterinária? Veja em quais casos a acupuntura em animais é recomendada e como ela pode curar.
port Agenda Pet

A acupuntura é uma técnica utilizada com tanto sucesso em seres humanos que começou a ser usada também em pets, resultando na acupuntura veterinária.

Porém, como tudo que representa um tratamento alternativo, a acupuntura ainda gera dúvidas quanto à sua eficácia e sobre como deve ser utilizada para trazer benefícios aos animais. É por isso que a Fernanda Pansa, Médica Veterinária graduada pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e Pós-Graduada em Especialização Lato Sensu em Acupuntura Veterinária pela Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo (FACIS-IBEHE), vai responder às dúvidas mais comuns na área e ajudar você a cuidar de seu animalzinho aproveitando os tratamentos mais modernos.

O que é acupuntura para animais

Antes de entender para que serve a acupuntura em pets, saber um pouco sobre seu significado e entender melhor sobre o tratamento ajuda a visualizar melhor seus benefícios. A acupuntura é uma técnica milenar que utiliza os pontos do nosso corpo, acreditando que cada um está ligado diretamente a um órgão e que, quando estimulados por uma agulha, fornecem uma resposta positiva em relação a dores e doenças diversas.

Assim, cada local onde a agulha é aplicada no animal gera um estímulo em seu organismo, colaborando para a cura de diversas doenças. Há diversos casos em que a acupuntura para animais pode ajudar na cura de doenças. Os principais são:

 

  • doenças musculoesqueléticas (artrites, artroses, traumas, hérnias de disco, espondilose, displasias)
  • doenças dermatológicas (alergias, desordens autoimunes)
  • doenças pulmonares
  • doenças gastrintestinais (gastrites, enterites, constipações, cólicas)
  • doenças neurológicas (epilepsias, sequelas de cinomose, acidentes vasculares cerebrais)
  • doenças geniturinárias (insuficiência urinária)
  • doenças cardiovasculares

Além disso, a acupuntura veterinária também pode ser utilizada como tratamento auxiliar na recuperação pós-cirúrgica, estimulando a resposta imune em casos de viroses e distúrbios endócrinos.

Benefícios da acupuntura para animais

São diversos os benefícios da acupuntura para animais, já que ela é capaz de curar tantas doenças. Entre os diversos benefícios, está o fato de ela poder ser feita em todas as espécies animais, de qualquer idade e sexo. Na maioria dos casos, a acupuntura é indolor e o animal pode até dormir durante a sessão. Isso significa que, além do seu animal relaxar, ele não sente nenhuma dor durante a sessão.

A acupuntura pode ser utilizada como tratamento principal ou como complemento à Medicina Veterinária Convencional, sendo, muitas vezes, indicada para poder substituir gradativamente medicamentos alopáticos cujos efeitos colaterais são incompatíveis para o animal, principalmente os idosos. Essa terapia não trata apenas a doença, mas o organismo como um todo, promovendo a harmonização do corpo.

Contraindicações da acupuntura para animais

Assim como todos os demais tratamentos, a acupuntura para animais possui algumas contraindicações que devem ser observadas antes de iniciar o tratamento.

As contraindicações são muito poucas, visto que se você conhece a anatomia da região, não há nenhum tipo de risco. No caso de gestantes, animais com discrasias sanguíneas ou deficiências de coagulação e em áreas com neoplasias ou infecções cutâneas, entre alguns outros, esse procedimento não é indicado. Da mesma forma, se o animal for muito bravo e não conseguir receber as aplicações quieto, não pode ser feita a acupuntura.

O próprio especialista em acupuntura veterinária já fará as perguntas necessárias para identificar se o tratamento é ou não adequado para seu pet, por isso é sempre essencial procurar o melhor profissional.

Tratamento de acupuntura veterinária

Um tratamento de acupuntura pode variar bastante de acordo com a doença e os sintomas do animal. O intervalo entre uma sessão e outra depende de cada caso. Em casos agudos, pode ser aplicada a cada dois a três dias e, em casos crônicos, pode ser aplicada uma vez por semana.

Da mesma maneira que a aplicação das agulhas pode variar de acordo com o caso, a duração do tratamento também. O tempo comum é de quatro até oito semanas, mas os intervalos podem prolongar quando o quadro estiver mais estável, chegando até a aplicações mensais.

Mesmo tendo consciência dos benefícios, muitas pessoas ficam em dúvida na hora de realizar o tratamento por causa dos valores. Porém, é importante conversar sempre com o profissional e tentar acordar um preço e uma forma de pagamento.